Benefícios da castração

Atualizado: 24 de Abr de 2019

Hoje em dia, castrar seu animal de estimação ficou muito mais fácil, mas muitos tutores ainda continuam na dúvida sobre esse procedimento. Existem muitas suposições sobre o assunto e aqui mostraremos algumas das vantagens em castrar seu pet.




Castrar uma fêmea reduz completamente as chances dela desenvolver câncer no aparelho reprodutor (essa é a principal causa de morte entre as cadelas) e também diminui as chances de desenvolver tumores nas mamas. Diferente do mito que diz que você deve esperar até o primeiro cio para castrá-la, o ideal é que seja feito o mais cedo possível. Quando a castração é feita antes do primeiro cio, é reduzido em 85% as chances de tumores nas mamas, à partir do terceiro cio essa porcentagem perde a força, ainda que o procedimento continue tendo o efeito de prevenção.

Ao castrar um macho, antes de completar um ano de idade ele não vai demarcar território. Fazer xixi por toda parte, é uma característica dos machos adultos, por isso se você castrá-lo antes da puberdade ele nem desenvolverá este hábito. Se seu cachorro já é mais velho, ao ser castrado este hábito pode diminuir. Outro ponto interessante, é que o procedimento diminui as brigas com outros cachorros e também suas tentativas de fuga. Seu animal também irá ficar mais manso, visto que grande parte da agressividade vem de questões hormonais. Já em questão de saúde, a castração diminui o surgimento de tumores nas regiões dos testículos ou na região peniana e também evita problemas na próstata (caso que atinge cerca de 90% dos animais idosos não castrados).

Castrar seu animalzinho não o engorda. Após o procedimento pode ocorrer do seu cão aumentar o apetite, mas uma dieta controlada (que é necessária seja seu cão castrado ou não) impede que ele fique obeso. Além disso, exercícios físicos também impedem que o pet ganhe peso, já tratamos sobre este assunto aqui. Se ainda assim isso te preocupar, existem várias tipos de rações diferentes, até específicas para animais castrados. O mesmo serve para gatos, que costumam ganhar peso após a cirurgia.

A castração é feita de forma diferente entre machos e fêmeas. No cão, em grande parte dos casos são retirados os testículos totalmente. Em casos específicos, como nos de cães de trabalho, é mantido os testículos para não alterar o comportamento do cachorro, mas são retirados os túbulos seminíferos (onde são produzidos os espermatozóides). Já nas fêmeas a cirurgia é mais invasiva porque é removido o útero e os dois ovários da cadela, impedindo assim que entre no cio.

Castrar seu animal é optar pela qualidade de vida do mesmo e também é importante se conscientizar com a procriação dos animais domésticos. Afinal, os filhotes nascidos em casa são responsabilidade dos tutores (saber para quem está doando ou vendendo, saber se está sendo bem tratado). No fim das contas é mais barato e seguro escolher a castração, do que lidar com gravidez indesejada, doenças nos sistemas reprodutores ou problemas comportamentais causados por hormônios. Por isso se você se interessar ou tiver mais dúvidas, procure um médico veterinário de confiança e cuide do bem estar do seu amigo.


Precisa de um veterinário? Encontre os profissionais mais próximos acessando www.meuguiapet.com



Redação do Notícias Pet


Receba nossas atualizações

© 2019 MeuGuiaPet LTDA