Cuidados com seu Pet durante o verão

Atualizado: 9 de Fev de 2019

A época do verão pode ser bastante desgastante para os animaizinhos, com as altas temperaturas e o tempo seco. Diferente do ser humano, eles não transpiram e para equilibrar sua temperatura utilizam da respiração. Por isso, durante este período, evite caminhadas e exercícios durante horários com sol forte e muito calor (escolha fazer na parte da manhã ou fim da tarde), e se seu pet ficar com a boca aberta e respiração ofegante, deixe-o em algum lugar arejado com água e sombra.


Com o calor intenso cães e gatos podem sofrer um processo de hipertermia, quando a temperatura do corpo pode atingir até 42°C. Isto pode causar desde vômitos até paradas cardíacas. Vale lembrar que os animais de estimação podem também desenvolver câncer de pele, já que a maioria tem a pele muito clara, por isso evite exposição ao sol por longos períodos e se for inevitável utilize protetor solar nas áreas sem pelo. Durante os passeios com cães, tome cuidado com a temperatura do solo, porque nesta época do ano, areia e asfalto podem ficar muito quente, podendo queimar as patinhas do animal. Por isso é sempre importante analisar seu pet, e ver se ele se sente agradável durante qualquer atividade.

No verão também é comum um índice de umidade maior, o que aumenta a proliferação de pulgas e de carrapatos. Portanto, nesta época deixe seu animal com uma pelagem mais curta (inclusive gatos), e diminua a frequência de banho, já que eles geralmente diminuem o período de ação dos produtos de controle dos ectoparasitas. Se seu bichinho apresentar uma infestação procure um veterinário para fazer a indicação de como tratar e também para fazer algum exame caso necessário. Esses parasitas podem causar doenças que deixam o animal fraco, com perda de apetite, febre e anemia, se seu pet tiver dermatite alérgica à picada de pulgas, ele pode apresentar irritações na pele, coceira e queda de pelos. Os insetos também podem causar leishmaniose, por isso fique atento nas regiões sem pelos do seu animal, onde é mais comum a picada dos insetos transmissores. A vacinação é importante para cuidar de seu animal contra essas doenças.

No período de chuvas há também o risco de leptospirose, doença transmitida pela urina de ratos e outros animais. Então faça limpeza constante nos locais onde seu animal pode ficar, para evitar restos de alimentos, urina e fezes, e também troque regularmente a água de seu pet. Se ele fica no quintal, tomar cuidado com mato alto, água parada e qualquer resíduo que possa atrair outros animais transmissores de doenças, sejam insetos ou ratos e pombas. A leptospirose apresenta sintomas como febre alta, apatia, diarréia e vômitos, se seu animal de estimação apresentar estes sintomas deve ser levado imediatamente para um veterinário.

Com alguns cuidados você e seu bichinho podem aproveitar o melhor do verão sem comprometer a saúde ou o bem-estar.


Receba nossas atualizações

© 2019 MeuGuiaPet LTDA