Castração de cães e gatos é uma das formas para reduzir o abandono de animais.

Os números são impressionantes: 30 milhões de animais abandonados, sendo 20 milhões de cães e 10 milhões de gatos, são abandonados no Brasil, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Em cidades de grande porte, para cada cinco habitantes há um cachorro. Destes, 10% estão abandonados.

Nas ruas, o cão, por exemplo, vive em média dois anos e, nesse período, ele passa por inúmeras situações que colocam a vida dele em risco: fome, sede, doenças, atropelamentos, maus-tratos e violência. Só para lembrar, a estimativa de vida de um cão é de 10 a 15 anos. Por isso, a castração é a alternativa mais viável para salvar vidas.

Conheça duas iniciativas, em Belo Horizonte, que realizam o procedimento de forma gratuita, seguindo todas as normas de segurança que asseguram o bem estar do animal. No Brasil, apenas alguns Centros Municipais de Controle de Zoonoses oferecem castração/esterilização gratuita. Consulte a Prefeitura de sua cidade!



Hospital Veterinário da UFMG

O “Programa de castração e auxílio no controle populacional de cães e gatos de população com posição socioeconômica carente” é uma parceria da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) com o Ministério da Educação (MEC), por meio do Hospital Veterinário da universidade. O objetivo é conscientizar a comunidade sobre: guarda responsável, controle populacional de cães e gatos e prejuízos sociais causados pelo abandono de animais em área urbana.

Criado em 2012, o Projeto Castração MEC/UFMG realiza castração de cães e gatos em Belo horizonte e proporciona à população de baixa renda o acesso à esterilização cirúrgica de seu animal de estimação (cão e gato). Todo esse trabalho é gratuito e envolve triagem e cadastramento de animais, consultas, exames pré-cirúrgicos, castração e medicação para pós-operatório. Este programa conta com a participação de docentes, alunos, residentes e médicos veterinários voluntários.

A iniciativa visa o bem-estar dos animais que são vítimas maus-tratos e violência e o controle populacional de cães e gatos, com enfoque mais ético com propostas pautadas em métodos mais humanitários. Mas atenção: as castrações de cães e gatos realizadas pela universidade são gratuitas, mas seguem uma lista de critérios de seleção: pessoas de baixa renda ou com carência financeira, com comprovação de renda familiar inferior a 3 salários mínimos; protetores independentes que fazem o resgate de animais de rua e se tornam responsáveis por um grande número de animais; ONGs estabelecidas em Belo Horizonte e parceiras do projeto. As castrações são realizadas no Hospital Veterinário da UFMG e os animais favorecidos pelo Projeto recebem o mesmo tratamento daqueles que usufruem do serviço particular. São utilizados os mesmos materiais, mesmos procedimentos cirúrgicos e anestésicos, além dos exames de sangue para o risco cirúrgico que consiste na avaliação da situação pré-operatória dos animais. A castração possui muitos benefícios, entre eles: a prevenção de doenças em cães e gatos e a diminuição da fuga de animais para a rua para acasalar. “Além disso, com a retirada dos testículos, nos machos, e dos ovários e útero, nas fêmeas, várias doenças são prevenidas como doenças uterinas, ovarianas e testiculares, assim como tumores, alguns tipos de hérnia e doenças da fase adulta e senil. A marcação de território e agressividade podem também diminuir nos machos”, esclarece a veterinária Aline Gomes de Castro - da coordenação do projeto. A falta de informação normalmente faz com que os proprietários acreditem que o animal irá sofrer durante e após a cirurgia. No entanto, segundo Aline “ o animal é submetido à castração sob anestesia geral e, na alta hospitalar, recebe toda a prescrição de medicamentos necessários para controle de dor. A duração de todo procedimento (pré e pós-cirúrgico) varia conforme o sexo e a situação de saúde do animal”.

As inscrições são realizadas duas vezes por ano, no início de cada semestre. Os interessados devem procurar, presencialmente, o Hospital Veterinário no Campus da UFMG. Mais informações: (31) 3409-2000 ou (31) 3409-2276

Em Belo Horizonte

O serviço de castração de cães e gatos é feito gratuitamente pelo Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) de Belo Horizonte. O agendamento pode ser realizado presencialmente ou pelo telefone. É preciso levar o documento de identidade, ser morador da capital e ainda apresentar comprovante de endereço.

Há risco cirúrgico, por isso o animal deve estar saudável. Além do controle da superpopulação, a castração no caso das fêmeas previne o surgimento de tumores e doenças no útero. Os procedimentos levam em média 20 minutos.

Unidades de esterilização cirúrgica de animais

Barreiro - Centro de Esterilização de Cães e Gatos Barreiro. Avenida Antônio Praça Piedade, 68, bairro Bonsucesso Telefone (31) 3246-2044.

Noroeste - Centro de Esterilização de Cães e Gatos Noroeste - Rua Antônio Peixoto Guimarães, 33, bairro Caiçara. Telefone: (31) 3277-8448.

Norte - Centro de Controle de Zoonoses – Rua Edna Quintel, 173 , bairro São Bernardo. Telefone: (31) 3277-7413.

Oeste - Centro de Esterilização de Cães e Gatos Oeste - Rua Alexandre Siqueira. 375 , bairro Salgado Filho. Telefone: (31) 3277-7576.

Texto: Adriana Santos @saudedomeio



Receba nossas atualizações

© 2019 MeuGuiaPet LTDA