Husky Siberiano, verdadeiros heróis.

Hoje o Falando Sobre conta um pouquinho sobre os cães da raça Husky Siberiano, que apesar da aparência física ser semelhante à de lobos selvagens, são muito amigáveis, gentis e verdadeiros heróis.

Como o próprio nome já diz essa raça é originária da Sibéria, e segundo historiadores surgiu há mais de dois mil anos. Inicialmente os cães foram utilizados para trabalho, que na época consistia em puxar trenós e auxiliar os membros da tribo Chukchi na caça de animais, que serviriam de alimentos. As características físicas do Husky eram ideais para aguentar longas distâncias, puxar objetos e também suportar o frio extremo da Sibéria. Em 1909, essa raça foi ficando mais conhecida na América do Norte, após alguns cães se destacarem em corridas de trenó de aproximadamente 600 km, nas quais obtiveram altos desempenhos.

Os cães da raça Husky Siberianos ficaram mundialmente conhecidos, após o surto de difteria (doença infectocontagiosa) ocorrido em 1925, na cidade de Nome, no Alasca (EUA), eles tiveram uma grande importância para salvar a população daquela região, ao levarem soro e medicamentos durante um inverno rigoroso. Esse episódio ficou conhecido como “Corrida do Soro de Nome”, e os Huskys foram verdadeiros herois, juntamente com os condutores dos trenós, que enfrentaram condições extremas e completaram uma viagem, que demoraria mais de 20 dias, em apenas seis dias, salvando aproximadamente 10 mil pessoas da doença.

Dos cães que participaram da Corrida do Soro de Nome, os mais celebrados foram dois Huskys siberianos chamados Togo e Balto. Em Nova York, foi erguida, em um famoso parque, uma estátua em homenagem a todos os cães e condutores que participaram da corrida de Nome.

No Brasil, por ser um país tropical, os Huskys não são tão populares como em países frios. São cães bastante ativos, brincalhões e muito amorosos com os tutores. Com o porte robusto, esses cães possuem as orelhas eretas e pontudas. Os olhos podem ser azuis, castanhos ou um de cada cor. A tonalidade dos pelos é bastante variada: vai do preto ao branco. As patas possuem pelos entre os dedos para proteger a sola do clima frio.

Esse pet se dá bem com outros cães, todavia, a socialização deve ser feita com ele ainda filhote, principalmente com outras espécies de animais.

A expectativa de vida é de até 15 anos. E você, tem essa fofura em casa? Conta pra gente sua experiência!


Você conhece o MeuGuiaPet? Todos os profissionais para seu Pet em um só lugar, acesse: www.meuguiapet.com



Receba nossas atualizações

© 2019 MeuGuiaPet LTDA